segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Placenta


- Alô?!
- Boa tarde, a senhora Juliana, por favor?!
- Pode falar.
- Juliana, a senhora se inscreveu no programa de placentofagia do Hospital Santa Joana?
- Sim, tava ótima, obrigada.
- A sua placenta se encontra pronta para a retirada.
- Como assim? Eu já retirei. Estamos com o bebê em casa desde a semana passada.
- Houve uma confusão com os rótulos dos recipientes. A placenta que a senhora levou pertence a outra gestante, que agora solicita a entrega do material.
- Oi? Você é louca?
- Como podemos proceder?
- Proceder? Moça, eu e meu marido comemos a placenta de uma estranha com shimeji e cebolinha.
- Olha, esse não é o problema, pois os nutrientes contidos na placenta servem para qualquer mãe.
- Vegano só se fode nessa vida. Nem respeito pela nossa placenta vocês têm.
- Senhora, não se trata disso.
- Não? Meu marido levou nossa própria tupperware porque até isso vocês negligenciam.
- Acreditamos que a confusão se deu por causa dos recipientes iguais.
- E eu com isso? Vou denunciar no Reclame Aqui.
- Nesse caso, a única que pode solicitar indenização é a gestante que teve a placenta ingerida, pois a da senhora continua aqui disponível.
- Como você se chama?
- Clarice.
- Clarice, eu tô tentando manter a calma, mas vamo lá…
- Pois não.
- Energia é algo muito importante pra alguém no meu estado. Eu não conheço a dona da placenta que eu comi. Não sei qual a origem, posição política e nem se houve amor envolvido na concepção. Você entende o risco?
- Desculpa, mas não tenho essas informações.
- É claro que você não tem.
- A senhora está no seu direito de reclamar, mas precisamos saber se vai retirar a placenta.
- Tenho escolha?
- Podemos marcar pra quinta? A outra mãe topou conhecê-la. Queríamos filmar o encontro e divulgar em nossas redes sociais com um pedido de desculpas.
- Oi? Eu entendi mal ou vocês querem se promover em cima do engano que VOCÊS cometeram?
- A causa é nobre. Vamos mostrar que qualquer um pode ingerir a placenta.
- Pra quê?
- Pra estimular a doção da placenta, um alimento nutritivo que, em geral, é descartado.
- Que porra de iniciativa é essa?
- É uma campanha da clínica em parceria com o novo governo.
- Vocês vão faturar com isso? Que horror!
- É para os pobres.
- Meu Deus, o Dória agora foi longe demais.
- Contamos com a sua presença?
- Vai tomar no cu, Clarice!